Arte Em Muros

Arte Em Muros

Por Felipe Spengler

Se pararmos de pensar na arte como um objeto e passarmos a pensá-la como uma experiência, talvez possamos entender um pouco mais da mágica da Arte em Muros.

A cidade de São Paulo nasce, todos os dias, a partir de uma nuvem cinzenta repleta dos destroços do dia anterior. Vemos ruas e avenidas de concreto, fachadas escuras e poluídas. Tudo isso em uma atmosfera de atividade, velocidade e agressividade.

No entanto, é a partir de todo esse frenesi que nasce a necessidade de criar, inovar e produzir. Retirar um pouco da escuridão dos muros substituindo por cor, vida e emoção. O grafite, a pintura e as outras formas de expressão surgem exatamente a partir dessa demanda da própria cidade de se reinventar e se reciclar diariamenteNão é de conhecimento geral que existem, na área urbana, pequenos núcleos de criação e liberdade artística que funcionam de modo democrático e expressivo. O Beco do Batman, situado na Rua Gonçalo Afonso, é um exemplo desses lugares.

Funcionando como uma galeria a céu aberto, o Beco traz, há mais de três décadas, uma obra prima de pinturas e grafites nos muros das casas da região. Quem passa por lá dificilmente consegue sair sem uma ou dez fotos. Cada parede é preenchida por alguma forma ou cor que remete a autoridade de cada artista. O local, ainda, possui certas regras. Cada parede é de responsabilidade do morador e, ao mesmo tempo, é ele que permite que cada grafiteiro específico pinte seu respectivo muro. Se a obra se deteriora ou se desfaz e exige uma modificação, o novo grafiteiro deve pedir autorização para o antigo se quiser refazer a pintura.

Não muito longe dali, na própria Vila Madalena, é fácil de encontrar outros pequenos polos de expressão e criatividade. Saindo do metrô Vila Madalena, logo nos deparamos com uma escadaria – chamada de Travessa Tim Maia – repleta de pinturas, escritas e produções que encantam os olhos de quem passa por lá. Desde pequenas intervenções até grandes modificações observamos liberdade, vontade e imaginação de grandes artistas anônimos.

Quem entende e respeita pode aproveitar a arte em muros de formas diferentes. Locais como o Beco do Batman são usamos diariamente para trabalhos publicitários, agências de modelos e turismo.